Pular para o conteúdo
Voltar

Desenvolve MT realiza campanha sobre prevenção ao suicídio

Setembro Amarelo é uma das ações pontuais que a agência vem implantando e desenvolvendo com os servidores todos os meses
Livia Rabani | Desenvolve MT

- Foto por: Assessoria
A | A

“Falar é a melhor solução”. Ressalta, o escritor e ativista da Campanha Setembro Amarelo, Alan Barros, no início de sua palestra realizada nesta sexta-feira (10.09), aos servidores da Agência de Fomento de Mato Grosso – Desenvolve MT.

No dia de mundial de prevenção ao suicídio, foram mais de 1 hora de palestra dedicada a conscientizar e alertar a respeito da realidade do suicídio no Brasil e no mundo, falar sobre formas de prevenção e principalmente prevenir e reduzir os números de mortes.

Durante a palestra, foi trazido a origem do setembro amarelo que começou nos EUA, quando o jovem Mike Emme, de 17 anos, cometeu o suicídio, em 1994, o que levou a criação ao movimento Setembro Amarelo.

Foram apresentados também números que chamam a atenção. Segundo os órgãos de saúde, mais 13 mil suicídios são registrados no Brasil e mais de 1,5 milhão no mundo por ano. Sendo que 96,8% estão relacionados a transtornos mentais, e 90% dos casos de suicídios poderiam ter sido evitados.

Alan trouxe um pouco da sua experiência com o tema, e contou um pouco da sua história de vida e como superou os mais de dez anos que conviveu com pensamento suicida, história que rendeu um livro.

O assunto ainda é envolto de tabus, mas o palestrante trouxe com muita leveza, humor e amor os fatores de riscos que leva uma pessoa a cometer o suicídio, e como ajudar de forma positiva a quem precisa de ajuda.

“Me senti acolhido, hoje é o meu retorno presencial com a palestra. Agradeço a Desenvolve MT por demostrar tamanha generosidade, respeito e preocupação com a causa”, diz Alan.

Para o diretor de gestão de finanças da Desenvolve MT, Willian Moraes, a pandemia tirou todo mundo da zona de conforto, e levou a sociedade a repensar assuntos poucos discutidos, como a importância da saúde mental.

“Muitas vidas se foram, muitas empresas consequentemente fecharam as suas portas, as vezes isso leva a um desequilíbrio emocional, e o nosso papel como agente financeiro, é muito mais social no sentido de apoiar e dar suporte ao empresário nesse momento, ressalta.  

A servidora Lucimeire Pavinato, 54 anos, conta que a palestra foi emocionante, construtiva e houve momentos de muita identificação. “ Por muitos anos convivi com a depressão, estive doente de alma, corpo e mente, vivenciei o suicídio de uma vizinha, e esse o principal motivo que me fez procurar ajuda médica, terapêutica e a religiosidade conta.

Serviço

O Grupo de Apoio e Acolhimento Terapêutico - #Fale, é liberado pelo palestrante Alan Barros, que promove encontros quinzenais como forma de acolhimento e apoio a prevenção ao suicídio.

O próximo encontro acontece nos dias 14 e 28 setembro, às 19h30 no Cine Teatro Cuiabá, com atendimento gratuito. O Centro de Valorização da Vida (CVV) promove também apoio emocional e prevenção do suicídio, com atendimentos gratuitos pelo telefone 188. Os CAPS’s também prestam este apoio, com unidades distribuídas pelos municípios.





Editorias